Luciene Silva

Luciene Silva

terça-feira, 28 de junho de 2011

quando digo : eu te amo.

video


Ahhh! O amor, esse amor que tantos falam, diz ter, saber e conhecer... Mas será que sabemos mesmo?
O amor do perdão, o amor do recomeçar, do entender...
Muitos estranham quando digo: eu te amo!
Quando digo, amo mesmo...
Porque creio que devemos amar ao próximo como á nós mesmos, e se me amo, tenho condições de amar a todos,  porque o amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade. Tudo sofre tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário