Luciene Silva

Luciene Silva

terça-feira, 28 de junho de 2011

quando digo : eu te amo.

video


Ahhh! O amor, esse amor que tantos falam, diz ter, saber e conhecer... Mas será que sabemos mesmo?
O amor do perdão, o amor do recomeçar, do entender...
Muitos estranham quando digo: eu te amo!
Quando digo, amo mesmo...
Porque creio que devemos amar ao próximo como á nós mesmos, e se me amo, tenho condições de amar a todos,  porque o amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade. Tudo sofre tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Festival das Águas



Nos dias 04 e 05 de Junho, estive no Festival das Águas em sua primeira edição na Concha Acústica do Lago Paranoá, em celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) com atrações como Alceu Valença, Zeca Baleiro, Jorge Aragão, CPM22, NX Zero, Titãs, Pitty, Skank, MV Bill, Ponto de Equilíbrio e Planta e Raiz .
O que mais me chamou atenção foi o objetivo do evento, onde, em minha opinião deixou muito a desejar, primeiro pela pouca divulgação, segundo a falta de foco ao sentido do evento, alertar SOBRE O MEIO AMBIENTE, ao qual foi duramente afetado pela quantidade de lixo deixado a cada show. A intenção foi maravilhosa, porem faltou e muito o interesse no verdadeiro sentido do evento. A apresentação de tecnologias limpas, como o carro elétrico, e o turismo ecológico foram abafados, ou sufocados pela enxurrada de lixo deixada sem, ou com a mínima conscientização dos visitantes.
Limitei minha presença as apresentações de Jet ski, que aqui deixo todos os melhores elogios a equipe MKS de Jet Ski, que trouxe ate Brasília nomes como Valdir Scremim, Carlos Silva, Toco, Mauro Calove, Daniel Ângelo, Franklim Yamasaki, e entre tantos outros, nosso grande campeão Célio Vinicius, e uma grande promessa do Jet ski goiano Davi Prado, um super homenzinho de 11 anos que já compete com as feras do Jet ski Nacional e Internacional.
É uma pena que em Goiás e Distrito federal, os eventos aquáticos são pouco ou quase nada apresentados aos nossos jovens. Logo nós goianos que temos o grande campeão, e a maior promessa do Jet ski Célio Vinicius e Davi Prado.
Espero aqui deixar um alerta as empresas e ao governo, que acreditem no Marketing esportivo, que a GERAÇÃO SAÚDE supere o sedentarismo e comodismo, para que seja cada vez mais vista, ouvida, admirada e utilizada.
Luciene Silva.

 

sábado, 11 de junho de 2011

Marketing esportivo


       O patrocínio de determinada atividade com um investimento bem planejado e público alvo bem definido é hoje uma das melhores formas de divulgação de uma marca ou empresa. É também uma mídia de melhore relação custo benefício entre o investimento aplicado e a exposição de uma marca, através da publicidade gratuita gerada nos principais meios de comunicação do país como jornais, revistas, sites e canais de televisão. Além destes benefícios, o patrocínio à cultura e aos esportes no Brasil, conta também com substanciais incentivos fiscais onde, em determinados casos se pode abater do imposto a recolher até CEM POR CENTO dos valores investido no patrocínio
.
O esporte é uma das grandes paixões mundiais, estando em constante ascensão e despertando um enorme interesse em todos os segmentos da nossa sociedade. Este fato ocorreu em função da maciça exposição na mídia impressa (jornais e revistas) e eletrônica (televisão, rádio e Internet). Além desta exposição atende alguns requisitos básicos do seu público consumidor como entretenimento, lazer, emoção, além de promover atitudes saudáveis a um custo bem reduzido. Com isso desperta o interesse das empresas em utilizá-lo como um veículo, já que a visibilidade proporcionada pelo mesmo atinge a milhares de espectadores, telespectadores, leitores e praticantes em todo mundo.
Marketing esportivo é um conjunto de ações voltadas à prática e à divulgação de modalidades esportivas, clubes e associações, seja pela promoção de eventos e torneios ou pelo patrocínio de equipes e clubes esportivos.
Antônio Afif, em seu recente livro "A bola da vez - o marketing esportivo como estratégia de sucesso", explica que marketing esportivo é uma das estratégias que utilizam o esporte para atingir suas metas. Há duas formas para definir essa prática: 1ª - marketing de produtos e serviços voltados aos consumidores que, de alguma forma, se relacionam com o esporte (camisas oficiais do time, por exemplo) e 2ª - uma estratégia que emprega o esporte como meio de divulgar produtos, sem que estes tenham ligação com atividades esportivas (patrocinadores em geral).
Empresas e marcas líderes costumam privilegiar esta área, aproveitando-se da boa imagem de atletas ou equipes esportivas junto à opinião pública, gerando resultados extremamente positivos para suas imagens. Nesse sentido, Afif diz que, hoje em dia, profissionais de marketing precisam muita criatividade para se sobressair à publicidade tradicional, inovando com algo que tenha o poder de mexer com as pessoas.
E nisso, diz Afif, o marketing esportivo "cai como uma luva", pois é o momento em que se pode atingir o espectador (consumidor) em seu momento de lazer, quando está aberto à mensagem da empresa e seus produtos.
O patrocínio é uma das melhores alternativas para construir, ampliar, fortalecer e preservar a imagem corporativa, social e institucional de uma empresa. Porém, para que essa ferramenta dê bons resultados, é importante que a marca esteja associada a um evento que lhe agregue visibilidade, credibilidade e seriedade, como os eventos esportivos.
Isto se explica pelo crescente interesse das pessoas por atividades que estejam relacionadas a uma VIDA SAUDÁVEL.
Por isso, o evento esportivo mostra-se como uma ótima oportunidade para que os patrocinadores posicionem sua marca ou seu produto junto a potenciais consumidores, ou seja, os participantes do evento. Além disso, a empresa que valoriza o esporte por meio de um patrocínio, indiretamente, induz seus próprios funcionários a se dedicarem a alguma modalidade esportiva, seja ela coletiva ou individual, o que é altamente positivo no combate à ociosidade e ao stress, estimulando o aumento da produtividade.
Deixo aqui meus agradecimentos ao governo de Goiás, Mabel, CEL Engenharia de Manutenção, BRAMETAL, e todas as empresas que acreditam no Marketing esportivo, que a geração saúde, seja cada vez mais vista, ouvida e admirada.

Davi Prado e  Luciene Silva

Abaixo o site de um grande esportista em busca de patrocínio, mais um orgulho de Goiás.
 Davi Prado, Carlos Silva e Mauro Calove
 Célio Vinicius e Davi Prado