Luciene Silva

Luciene Silva

sexta-feira, 25 de março de 2011

A dor de uma SAUDADE!

video
É impossível descrever a dor de uma saudade,
Sem que as lagrimas denunciem minha fragilidade,
Perante a falta que faz aquele sorriso, o assovio, e o barulho que denunciava sua presença pela casa.
 A casa continua cheia do seu amor.
Mas...
Com a dor do vazio, que sua falta faz...
meu PAI.
A dor de uma saudade.
Saudade, porque ainda insiste em existir¿
Saudade que dói, no peito n’alma.
Saudade que chega com cheiro que recorda,
Com a foto, onde a lágrima rola.
Hoje dói a saudade daquele que me ensinou a andar
E que sempre com um sorriso
Mostrou-me que:
Para todo problema tem solução.
E agora pai, o que faço, com essa saudade que sinto de ti¿
Canto sorrindo e sorrindo vou cantando,
Como me ensinou...
A dor de uma saudade
Vive sempre em meu coração
Ao relembrar alguém que partiu.
Deixando a recordação, nunca mais...
Hão de voltar os tempos
Felizes que passei em outros carnavais.
Cantar, oh! Cantar!
É um bem que dos céus nos vem.
Se algumas vezes nos faz chorar
Ante os revezes nos faz rir também.
Cantar, oh! Cantar!
Com expressão de uma emoção
Que nasce d'alma e vem dizer ao coração
Que a vida é uma canção. (musica de Edgard Moraes).


Luciene Silva

terça-feira, 8 de março de 2011

Mulher.



Mulher
Semente...
SER-mente...
SER que faz gente,
SER que faz a gente.

Mulher
SER guerreiro, guerrilheiro, lutador...
multimidia, multitarefa, multifaceta, multi-acaso...
multi-coração...

Mulher
SER que dá conta,
que vai além da conta,
que multiplica,
divide, soma e subtrai, sem perder a conta,
sem se dar conta, de que esse século foi seu parto,
na direção de seu espaço,
de seu lugar de direito e de fato,
de seu mundo que lhe foi usurpado e que agora é por ela ocupado.

MULHER...
Esse SER florado,
esse SER adorado,
esse SER adornado,
que nos poem em um tornado,
nos deixa saciado e transtornado,
que nos faz explodir e sentir extasiado.
SER admirado...

MULHER...
Nesse final de milénio, faça a transição.
Tire de seu coração a semente que vai mudar toda a gente
levando o mundo a ser mais gente...
Um mundo mais feminino,
mais rosado e sensibilizado,
mais equilibrado e perfumado...

PARABENS MULHER !!!
Não pelo oito de marco,
nem pelo beijo e pelo abraço,
nem pelo cheiro e pelo amaço.
Mas por ser o que és...
Humus da humanidade,
Raiz da sensibilidade,
Tronco da multiplicidade,
Folhas da serenidade,
Flores da fertilidade,
Frutos da eternidade...
Essencia da natureza humana.

Parabéns...
.  
   
Luciene Silva

terça-feira, 1 de março de 2011

Zé Moreira, meu amigo “Aroeira”





Zé Moreira, meu amigo “Aroeira”


          No dia primeiro de março meu amigo ZÉ Moreira, que pra mim é o Zé “Aroeira”... Forte e sensível como uma arvore de madeira muito pesada, tida na prática como a de mais alta resistência ao apodrecimento e ao ataque de cupins de madeira seca, enverga, mas não quebra!.
          Um grande homem que possui uma personalidade ativa e decidida (Não vê graça numa vida sem desafios). E por ser um líder por natureza, atrai as outras pessoas com seu entusiasmo.
          Um poeta autodidata, que nas letras desenha seus sonhos!
          Eterno apaixonado, que viaja no som de uma simples musica sertaneja, como sertanejo que é, sofre com as mazelas urbanas e não se cala, fala escreve, faz poemas, criando suas próprias poesias.
          Confesso namorado e amante de sua “Dulcinéia”, que na sua vida real, é “dona da casa” e do coração do meu amigo, a linda Zilda Elias, e dessa união veio o presente de Deus, um filho lindo, inteligente e abençoado com muitos talentos, com certeza herança dos pais.
          Meu anjo amigo, meu amigo anjo...
          Desejar-te saúde, paz, alegrias, prosperidades eu já desejo todos os dias, pois há muito já faz parte de minhas orações, no seu aniversario eu preciso fazer mais, e estou fazendo, descrevendo meu amigo Zé Moreira, a minha aroeira!
  Feliz aniversario amigo, tenho muito orgulho, em te chamar de amigo!

 Luciene Silva.