Luciene Silva

Luciene Silva

terça-feira, 19 de abril de 2011

Os sons da Vida


Thomas Edison, o inventor da lâmpada, perdeu boa parte de sua capacidade auditiva quando tinha doze anos de idade.

          Só podia ouvir os ruídos e gritos mais fortes. Isso, no entanto, não o incomodava.
          Certa vez, indagado a respeito da sua deficiência, respondeu com serenidade: "não ouço um passarinho desde meus doze nos, mas em vez disso constituir uma desvantagem, minha surdez talvez tenha sido benéfica para mim. Ela encaminhou-me muito cedo à leitura e, além disso, pude sempre concentrar-me com rapidez, já que me encontrava naturalmente desligado de conversações inúteis."

          A maior parte de nós tem plena capacidade auditiva, mas isso não significa necessariamente que tenhamos o dom de saber ouvir.
          A capacidade de ouvir não se limita exclusivamente à possibilidade de captar sons.
          Embora a audição seja uma dádiva maravilhosa, não há como negar que poucos, muito poucos de nós, dominamos a arte de ouvir.
          Temos sido surdos em um mundo repleto de sons e de melodias que poderiam transformar nossas vidas em sinfonias de amor e de realização.
          Temos sido criaturas incapazes de perceber palavras e histórias maravilhosas que ilustram a existência dos seres que nos cercam e que muito poderiam nos ensinar.
          Temos sido deficientes auditivos quando se trata de escutar verdadeiramente aquilo que precisamos ouvir.
          É necessário e urgente que desenvolvamos a real capacidade de ouvir.
          A maior parte de nós tem plena capacidade auditiva, mas isso não significa necessariamente que tenhamos o dom de saber ouvir.

Beijo e Cheiro
Luciene Silva

domingo, 3 de abril de 2011

O bem é sim, maioria!

video
E mais uma vez um dos maiores símbolos do capitalismo mundial supera em criatividade.
O mais vendido refrigerante, que em minha opinião tem três ingredientes básicos, que na falta de quaisquer uns seria falência na certa:
01 gelo (ninguém toma este refresco em temperatura ambiente)
02 gás (insuportável o gosto, sem gás)
03 propagandas (o mais forte de todos os elementos)
 Eu, uma “cocolatra” assumida, já fiz varias promessas de me manter bem distante dessa pretinha, mas sinceramente, basta ver o comercial que a vontade é maior que a opinião. Nessa ultima então, “Existem razões pra acreditar”, superou todas as minhas resistências,
Eu acredito que o bem é sim, maioria!
Ultimamente estou fazendo coisas básicas que a maioria não faz, tipo jogar lixo no lixo (desde uma garrafa d'água a um papel de bala) não sentar nos acentos preferenciais e etc. Perguntava-me se valia à pena, pois notava que quase todas as pessoas fazem ao contrário, descobri que vale a pena sim uma revolução, começa de pequenas coisas.
Um mundo melhor depende de ações individuais sim!
Faça um mundo melhor, seja uma pessoa melhor!
Um bom exemplo vale mais que mil palavras.
Seja diferente, faça diferença...
Afinal nós somos bons e podemos ser melhores.


Luciene Silva.